conteúdo de marcação
Você está em:

Centro de Saúde Escola Germano Sinval Faria

O CSEGSF foi inaugurado em 1967. Sua missão foi construída coletivamente por seus servidores, em consonância com a missão da Fiocruz, sendo ela: “Promover a saúde e cuidar da população referida, na integralidade da atenção, e desenvolver ensino, pesquisa e tecnologia em saúde pública.”
No Regimento Interno da ENSP, aprovado em assembleia em 2015, em seu artigo 49, define-se que “Ao Centro de Saúde Escola Germano Sinval Faria (CSEGSF) compete planejar, organizar e desenvolver atividades no âmbito da Atenção Básica, seja no campo do ensino e formação profissional, da assistência à saúde, da pesquisa, do controle social (por intermédio de seu Conselho Gestor) e do desenvolvimento de tecnologias apropriadas para este nível de atenção, que contribuam para inovações nos modelos assistenciais e no fortalecimento do SUS.”


Desde sua inauguração o CSEGSF tem como prioridade o atendimento à população de Manguinhos, apesar da origem como campo de prática para alunos e pesquisadores da ENSP. Isto contribuiu para que conhecesse a população local, seus principais problemas de saúde e as demandas que deveriam ser respondidas. Parte do modelo assistencial do CSEGSF tem essa inspiração, mas também cria experimentação de novas práticas em saúde. Delineadas pela Reforma Sanitária favoreceu, entre nós, o desenvolvimento do trabalho comunitário, através do Projeto de Saúde Comunitária (1987-1993), da aplicação e consolidação dos Programas de Atenção à Saúde da Mulher e da Criança (PAISM E PAISC), do acolhimento com ações educativas, da organização da demanda espontânea por ciclo de vida e, mais recentemente, para a definição de um primeiro modelo de Acreditação na Atenção Primária em Saúde. Seu crescimento contribuiu para que, atualmente, conte com uma equipe multidisciplinar: equipe de Serviço Social, de Saúde Mental, de Nutrição, de Apoio a Pessoa Idosa, da Qualidade e Segurança do Paciente, de Controle de Infecção e de especialidades médicas (homeopatia, psiquiatria, geriatria, infectologia, medicina de família e comunidade), de comunicação popular.

 
Conta também com serviços de Documentação e Informação em Saúde (SEDIS), Vigilância à Saúde, Laboratório de Apoio Diagnóstico (LADEP), Farmácia e todas as atividades sob a coordenação do Serviço de Enfermagem (eletrocardiograma, observação clínica/leito dia, imunização, tratamento de lesões, central de esterilização e de estímulo ao Aleitamento Materno).
Atualmente, o CSEGSF é responsável por gerenciar as ações relacionadas a atividades assistenciais do Projeto TEIAS Escola Manguinhos com o objetivo de contribuir, através de inovações das práticas do cuidado, do ensino e da pesquisa, para o desenvolvimento de modelos de referência para o SUS que proporcionem melhoria da condição atual de saúde da população.


No âmbito do ensino, o CSEGSF oferta regularmente, desde o ano de 2009, o Programa de Residência Médica em Medicina de Família em conjunto com a UFRJ. Além da Residência Médica, as ações da Coordenação de Ensino do CSEGSF estão voltadas para formalização, identificação e divulgação de cursos e outras ações, como as práticas relacionadas a preceptoria e supervisão de estudantes, de visitas técnicas nacionais e internacionais, além de atividades de educação permanente.
No âmbito da pesquisa, o CSEGSF possui o grupo de Promoção da Saúde e Cuidado na Atenção Primária. São objetivos do grupo: promover o debate, ministrar disciplinas, desenvolver pesquisa e outras estratégias que aprimorem o conhecimento sobre atenção primária à saúde.
Cabe, ainda, o destaque na gestão participativa, que inclui moradores de Manguinhos, trabalhadores e gestores da saúde e outros segmentos públicos, expressa hoje em dia pelo Conselho Gestor Intersetorial.

 

Scroll To Top rodape